Return to site

Quas Primas (1925): A Festa de Cristo Rei

Entenda no que consiste o Reinado de Cristo e a importância de o reconhecermos.

· Encíclicas Sociais

Nesse domingo, dia 25 de novembro, mais um ano litúrgico se conclui com a celebração da Festa de Cristo Rei.

A Festa de Cristo Rei foi instituída pelo Papa Pio XI (pp. 1922-1939), na carta encíclica Quas Primas, em 11 de dezembro de 1925. Nela, o Papa expõe os fundamentos doutrinais da festa, com argumentos teológicos que detalham os aspectos litúrgicos da realeza de Cristo, com o objetivo principal de arraigar o propósito do reinado de Cristo no povo católico.

O Sumo Pontífice enfatiza a necessidade de Cristo reinar tanto nas almas quanto nas sociedades, conclamando os católicos ao combate ao laicismo e renovando o fervor dos tíbios. O Papa relembra ainda que os governantes e a sociedade devem sempre prestar culto público a Cristo e ser regidos por leis que se fiam aos preceitos do Rei do Universo.

A Realeza de Cristo, ensina Pio XI, lhe confere um triplo poder: o de Redentor (em quem se confia), o de Legislador (a quem se obedece) e o de Julgador (quem recompensa ou condena), por ordem do Pai – poder sem o qual nenhuma autoridade jamais será legítima.

Com a instituição da Festa, o Papa renovava a consagração da humanidade ao Sagrado Coração de Jesus feita por Leão XIII, em 1900.

Antigamente, a Festa de Cristo Rei era celebrada no último domingo de outubro, porém após o Concilio Vaticano II, passou a ser celebrada no último domingo do ano litúrgico, neste ano, dia 25 de novembro.

O Instituto São Pedro de Alcântara preparou um infográfico apresentando os princípios pontos dessa importante encíclica. Não deixe de baixá-lo!

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK